fbpx
voltar acima

AS CORES DO ENTARDECER

POR A PAJARITA

No passado fim-de-semana, Alexandra Barbosa levou A PAJARITA a um evento de apresentação de serviços para casamentos em Lousada e, para nossa sorte, os fotógrafos da Lovati Photography registaram minuciosamente a sua presença.

 

Esta foi a minha proposta, longe do Pantone do ano: cores mais escuras e fortes, típicas cores do entardecer, e papéis manuais, tinta-da-china e aguarela. O papel de inspiração foi um floral pictórico que recorda uma bela natureza morta a óleo. A decoração floral, pitoresca, prima pelas texturas.

 

Pajarita é uma palavra espanhola que define origami em forma de pequeno pássaro, gravata borboleta ou a planta Linaria Vulgaris. Uma palavra tão versátil como a equipa d’A Pajarita, composta por diversas mãos talentosas que ajudam Alexandra Barbosa, a directora criativa, a criar o estacionário, a decoração e todos os outros detalhes para o vosso dia.
A Alexandra é formada em Arte e fascinada pela perfeição, e começa sempre todos os seus projectos do zero, longe da estandardização e à imagem de quem comemora o que de mais belo a vida tem.
Vamos ver as imagens desta proposta quente e texturada da Alexandra?

 

AS CORES DO ENTARDECER

AS CORES DO ENTARDECER

menu em papel manual, por A Pajarita

AS CORES DO ENTARDECER, flores, por A Pajarita

estacionário de casamento, por A Pajarita

AS CORES DO ENTARDECER em papel manual, por A Pajarita

Convite personalizado em papel manual, por A Pajarita

convite de casamento em papel feito à mão, por A Pajarita

lembrança de casamento, por A Pajarita

marcador de lugar em papel manual, por A Pajarita

papel manual pintado à mão, por A Pajarita

convite personalizado, por A Pajarita

convite com lacre, por A Pajarita

AS CORES DO ENTARDECER

AS CORES DO ENTARDECER

flores, por A Pajarita

 

Não deixem de ler todos os artigos que já publicámos SOBRE O TRABALHO D’A PAJARITA: para além de haver muita coisa bonita de se ver, há também bons conselhos e reflexões importantes: «Eu tenho alguns problemas com o desperdício, evito-o tanto a nível pessoal como profissional, por isso, tenho sempre especial atenção à gestão dos materiais e à qualidade dos mesmos. No estacionário, só usamos papeis livres de ácidos e gerimos a produção de modo a minimizar ao máximo o desperdício de papel, aconselhando sempre medidas que optimizam a área de impressão.»
E FALEM COM A ALEXANDRA sobre o tipo de casamento que imaginam: a equipa d’ A PAJARITA terá muito gosto em inspirar-se nos vossos desejos para dar asas à criatividade. – texto de Marta Ramos

 

 

Fotografia: Lovati Photography

 

AS CORES DO ENTARDECER, Artigo do Simplesmente Branco, encontre-o aqui

Submeter comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.