fbpx
voltar acima
batizado-em-rosa

REBENTOS DE PRIMAVERA

Hoje quero escrever-vos sobre o verbo florescer – e podia ser sobre a primavera por que tanto ansiamos, mas na realidade homenageia o florescer das bonitas famílias que acompanho.

Trabalhar num dos dias mais bonitos da vida de um casal, faz com que crie laços, mesmo que unilaterais. Podem estar a pensar que o que escrevo são apenas palavras bonitas, convenientes e sem profundidade… Mas não, garanto-vos – são palavras sentidas e genuínas, reflexo deste triângulo amoroso que é composto pelos meus noivos, pelo meu trabalho e por mim, a criadora que os liga.

Nem imaginam como se aquece o meu coração e desperta a adrenalina quando recebo uma mensagem ou vejo uma publicação a anunciar a chegada de um rebento.

Para mim, é o fruto do amor que presenciei e de que fiz parte, narrando o primeiro capítulo da sua história através de papel e flores.

 

Passado quase um ano, continuamos neste limbo estranho e recolhido. Não em vou lamentar, há que seguir em frente, com prudência e serenidade. Escolho valorizar e celebrar o que de bom que me trouxe, as alegrias que vivi ao ver os bebés que nasceram, os que crescem saudáveis e fofos  e outros que estão para chegar em breve.

E eu, mera espectadora, delicio-me com esta primavera que não falha, com a maravilhosa força da vida. O amor multiplica-se, como força da natureza que é, e dá-nos razões para sermos melhores a cada dia, para sermos intencionais nos nossos actos, para lutarmos por causas justas.

 

Se ainda não perceberam, adoro crianças! E se são os filhotes dos “meus noivos”, como carinhosamente lhes chamo, vibro com imenso entusiasmo.

Continuar a história dos noivos, agora pais, é uma verdadeira emoção, seja na sessão de gravidez, no Chá do Bebé, no anúncio do seu nascimento, na sua primeira festa, baptizado ou aniversários.

Não se trata apenas de criar estacionário e decorações para estas ocasiões: é estar na primeira fila a ver a vida a acontecer, a desabrochar e florescer, na sua plena força e esplendor. É mágico!

A felicidade dos outros contribui, e muito, para a minha – é a minha forma de estar e ver a vida. Se vos parece uma afirmação estranha ou desadequada, deixo-vos o convite: abram o coração e sintam a felicidade do outro, a vossa vida será mais rica.

 

Um baptizado

Agora que vos descrevi por palavras todo o meu entusiasmo, falemos de um caso real, o doce baptizado da pequena Emma!

Os pais da querida e fofíssima Emma decidiram celebrar a sua primeira festa na companhia das pessoas mais próximas e nada foi deixado ao acaso.

O baptizado é rito de iniciação, marcado simbolicamente através da água, presente em várias religiões. Evoca pureza e protecção e celebra o nascimento de um bebé, apresentando-o à família e amigos.

Tal como todas as celebrações, este momento torna-se mais especial quando partilhado com os entes queridos – e é de todos os detalhes que vos vou falar! Afinal, quem não adora uma bela festa?

 

O estacionário

A mãe da pequena Emma é uma profissional do sector dos casamentos, pelo que as ideias principais e logística já estavam definidas e alinhadas, cabendo-me a mim criar o estacionário perfeito para este dia. E que bom que é trabalhar com parceiros e profissionais que reconhecem e valorizam o processo criativo e o preço , de que tantas vezes falo por aqui.

 

Para este projecto, escolhi papel feito à mão, e uma paleta de rosa e dourado, procurando um resultado elegante e intemporal, os requisitos para o evento.

Tudo começou com a imagem do convite: sobre papel feito à mão, salpicos de aguarela rosa como uma explosão de alegria, uma pincelada alargada de ouro líquido, aludindo à riqueza que a pequena Emma significava para os seus entes queridos, e uma pomba esvoaçante e leve, símbolo do Espírito Santo e da ocasião da festa.

O convite, simples e cheio de significados, não precisava de ser escondido, apenas protegido por um papel translúcido e lacrado.

 

convite-de-batizado-pintado-à-mão

[fotografias: A PAJARITA]

Para a festa, dando continuidade ao conceito do convite, criei menus individuais que brilharam sobre marcadores de mesa em vidro, acompanhados de guardanapos de linho nas cores dos bonitos atoalhados. Os marcadores de lugar em formato de L recebiam cada convidado ao chegar à mesa, num tom de rosa doce, doce, como a pequenina Emma.

 

rebentos-de-primavera

 

 

Tudo respira primavera e esperança e a vida que floresce.

Espero que esta bonita celebração vos inspire para a primeira festa do vosso bebé: menino, menina, gémeos, festa tradicional ou opções arrojadas, o mais importante é celebrar a sua chegada e acolhê-lo no coração da família, tal como é: a mais perfeita criação, o mais fofo dos bebés!

 

REBENTOS DE PRIMAVERA, um texto escrito a quatro mãos com a imprescindível Susana Esteves Pinto.

 

Planeamento: The Wedding Wonderland

Fotografia: I Heart You Photography

Estacionário: a pajarita

Bolo: Cake Mimous

Espaço: Associação dos Caçadores de Achete

Comentários

Submeter comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.